POLÍCIA FEDERAL – A LEI É PARA TODOS

Em tempos de polarização, o longa se dispõe a ser uma espécie de filme documental dos acontecimentos do início da lava jato, porém não é fiel na integridade dos fatos e revela-se mais um eco do discurso extremista de direita.

Falar da lava jato sem ter o personagem do Cunha e outros tantos algozes políticos do PMDB é no mínimo suspeito. Diversos personagens do PT também faltaram.

O foco do filme é mostrar um Lula bem diferente da realidade. O grande ator Ari Fontoura não precisava colocar em seu currículo uma interpretação deprimente de um Lula que parecia ter acabado de sofrer um AVC, tão abobalhado que estava.

Em certa parte de “Polícia Federam – A Lei é para Todos”, um segurança do Lula presta informação jurídica para o ex-presidente a pedido da Polícia Federal. Em um caso que envolve bilhões de reais, o espectador sabe muito bem que todos os envolvidos contam com grandes advogados, a cena subestima a inteligência do público que acompanhou o andamento desta trama real.

Três partidos políticos são citados, o PT diversas vezes, o PP também foi bem citado. Quase não se falou de PMDB e outros partidos foram ignorados.

O drama policial mostra a figura do jornalista como um fanático partidário, como se fosse um ativista desinformado com um microfone na mão. Subestima esta classe de trabalhadores que muitas vezes se arrisca para transmitir informação.

As perguntas que ficam: Qual o interesse do filme nesta época próxima as eleições? Teria relação com seus patrocinadores que desembolsaram 16 milhões (o filme “Minha Mãe é uma Peça, por exemplo, gastou pouco mais de 3 milhões)?

O nome daqueles que doaram o dinheiro para o filme é mantido sob total sigilo. Geralmente quem contribui para a cultura gosta de aparecer e expor seu nome para todos, não neste caso.

No mundo real nenhum partido escapa do fogo da corrupção, porém o filme “Polícia Federal – A Lei é para Todos”, protege do incêndio alguns partidos e muitos políticos.

Sempre termino minha crítica dizendo se vale ou não ir ao cinema. Acredito que cada um tem seu gosto e suas opiniões, mas existem filmes melhores para gastar seu dinheiro. Aqui no Bravo News temos várias dicas.

Ficha técnica

Direção: Marcelo Antunez
Elenco: Antônio Calloni, Flávia Alessandra, Bruce Gomlevsky, Ary Fontoura, Marcelo Serrado
Roteiro: Gustavo Lipsztein e Thomas Stavros
País: Brasil
Ano: 2016
Gênero: Drama policial
Duração: 1h48
Distribuição: Downtown Filmes

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *