SHAZAM!

CARAMBA! VIREI UM SUPER-HERÓI

 O pessoal da DC Comics parece que começou a acertar a mão nos filmes de heróis. Shazam é um filme divertido e uma aventura empolgante que nos traz várias referências à cultura geek e pop dos anos 80 e 90, além de ser um filme atual, conectado com o que os jovens pensam e fazem hoje.

O longa faz uma boa introdução do personagem, conseguindo explicar sua origem, a descoberta de seus poderes e a formação de sua personalidade. Sem falar na inclusão do personagem ao universo cinematográfico da turma da Liga da Justiça. O diretor David Sandberg, conseguiu criar um herói simpático, leve e despreocupado que vai se descobrindo ao longo da história ao mesmo tempo em que cativa o expectador. Shazam é o contraponto dos filmes carrancudos e pesados já lançados pela Warner, que não agradaram muito. Porém é um filme juvenil, sem grandes traumas e crises existências, que você pode ir com toda a família que a diversão é garantida. A amizade entre Billy Batson/Shazam (Asher Angel / Zachary Levi) e Freddy (Jack Dylan Grazer) é o ponto alto da história e aqui vale destacar a ótima atuação Jack, que pra mim é o grande destaque do filme, sendo mais importante que o vilão, que normalmente é o ponto forte desse gênero, mas aqui só cumpre tabela.

 Na história Billy Batson (Asher Angel) tem apenas 14 anos de idade, quando recebe o chamado de um antigo mago, que busca há séculos um homem puro para transferir seus poderes. O garoto ganha o dom de se transformar num super-herói adulto chamado Shazam (Zachary Levi). Ao gritar a palavra SHAZAM!, o adolescente se transforma no poderoso herói, na versão adulta só no tamanho. Com cabeça de garoto ele vai se divertir bastante, fazer umas besteiras enquanto testa e descobre todas as suas habilidades. Logo ele irá descobrir que todo super-herói precisa enfrentar um grande vilão, no caso o malvado Dr. Thaddeus Sivana (Mark Strong).   

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *